Beesu: Nautilus com root rápido no seu Fedora Linux

Um jeito comum de usar privilégios root no Gnome é pelo gksu e pelo gksudo. Atualmente, estes 2 modos estão sob revisão pelo projeto do Fedora Linux. Portanto, esses pacotes não estão disponíveis no repositório do Fedora. Para o usuário do Fedora, existe um pacote alternativo chamado Beesu. Beesu é o pacote alternativo para abrir o Nautilus com privilégios de usuário root no ambiente Gnome. É fácil, simples e muito bom de usar. Basta instalar, ativar, e clicar com o direito em qualquer parte do Nautilus para ter acesso root e assim fazer as modificações necessárias no sistema Fedora.

Instalação

Abra o terminal e entre como root:

$su –

Use o seguinte comando para instalar o Beesu:

#yum install beesu
#yum install nautilus-beesu-manager

Configuração

Execute o programa de configuração do Beesu com o comando:

$nautilus-beesu-manager

Uma janela pop-up irá se abrir e você tem que escolher qual o script para instalar. Pelo menos, escolha “Abrir Nautilus aqui”. Também é recomendado instalar o script “Abrir com gedit”.

Como usar

Após a instalação, você pode abrir o navegador de arquivos e navegar para qualquer pasta do sistema onde é necessário o acesso com privilégios de root. Botão direito do mouse na pasta do sistema e selecione scripts>> beesu>> Abrir Nautilus aqui. Uma outra janela Nautilus com privilégios de root aparecerá. Se você quiser editar qualquer arquivo de script ou arquivo de configuração livremente, instale o script “Abrir com gedit”. Após a instalação, aponte para qualquer script ou arquivo de configuração que você deseja modificar com privilégios de root, botão direito do mouse e selecione scripts>> beesu>> Abrir com gedit. Gedit irá abrir o arquivo de script selecionado ou arquivo de configuração com acesso root. Você não tem que abrir uma nova janela do Nautilus.

Helbert Rocha

Business & Linux Admin | Digital Mkter | Live in Rio | Love Jesus
Google+

  • F3N1X
    Firefox 3.6.2pre Firefox 3.6.2pre no GNU/Linux GNU/Linux

    Muito Show está sua postagem, conheço outras formas de usar o gnome em root, no fedora mas com toda a certeza esta ai parece ser mais simples.

    Um Forte abraço.