BYOD: uma nova tendência tecnológica nas empresas

O significado da sigla BYOD é bring your own device ou em um bom português, traga o seu próprio dispositivo. No fenômeno da consumerização de TI, BYOD é uma frase que se tornou amplamente adotada para se referir aos funcionários que trazem seus próprios dispositivos de computação – como smartphones, laptops e PDA’s – ao local de trabalho para uso e conectividade com a rede corporativa. Junto a tendências como o Big Data e o Cloud Computing, o BYOD está explodindo como pólvora por todo o mundo.

Segurança

Porém, isso implica em uma série de modificações antes nunca pensadas. Hoje, os funcionários esperam usar smartphones pessoais e dispositivos móveis no trabalho tornando a segurança uma preocupação para as equipes de TI. Muitas empresas que permitem que os funcionários usem seus próprios dispositivos móveis no trabalho implementam uma política de segurança para BYOD que define claramente a posição da empresa e política de governança para ajudar a TI a gerenciar melhor esses dispositivos e garantir que a segurança da rede não seja comprometida.

Por exemplo, podem exigir que dispositivos sejam configurados com senhas, proibir que determinados tipos de aplicativos sejam instalados no dispositivo ou exigir que todos os dados no dispositivo sejam criptografados. Outras iniciativas da política de segurança podem incluir atividades limitantes aos funcionários que estão autorizados a usar esses dispositivos no trabalho (por exemplo, o uso de e-mail está limitada a contas de e-mail corporativo apenas) e periódica auditoria para garantir que o dispositivo esteja em conformidade com a política de segurança BYOD da empresa.

BYOD man

Implementação

Empresas de médio porte que possuem entre 2.500 e 5.000 funcionários são as empresas mais propensas a apoiar a adoção do BYOD, revela o instituto Gartner. Isso acontece porque o BYOD pode rapidamente capacitar uma pequena força de trabalho. Smartphones de propriedade dos empregados e tablets podem levar à redução de custos. Mas especialistas alertam que se você quiser tirar o máximo de benefícios do BYOD, você vai ter que lidar com os desafios. Você vai ter que fazer algumas mudanças internas, de modo que as falhas do BYOD não sobrecarreguem os aspectos positivos. O que acontece se você compra um dispositivo para um empregado e logo depois ele deixa o trabalho? Como é que você vai lidar com isso? Simples. O empregado possui o dispositivo e a empresa ajuda a cobrir os custos de utilização.

Exemplo de BYOD

Entre os muitos usos do BYOD um deles é o uso nas escolas. Veja abaixo o exemplo da Carson Middle School nos EUA. Lá os alunos fazem uso de seus próprios dispositivos para tomarem notas das aulas. Ao mesmo tempo em que os alunos aprendem Matemática, Química e Física, elas também aprendem mais profundamente como usar a tecnologia disponível e como aplicá-la ao seu dia a dia.

Helbert Rocha

Business & Linux Admin | Digital Mkter | Live in Rio | Love Jesus
Google+