Aplicativos

b1archiverlinux

B1 Archiver: um compactador de arquivos completo

Trago a vocês o B1 Archiver. É um compactador de arquivos totalmente gratuito que pode ser usado no GNU/Linux para a abertura de arquivos nos formatos 7z, Rar e Zip. Por padrão, o GNU/Linux somente suporta o Zip e não suporta Rar, devido à sua natureza proprietária e o suporte ao 7z também é descartado devido a incompatibilidades, mas ele é um formato open-source. Você pode facilmente adicionar suporte a esses formatos na maioria das distribuições Linux, incluindo o Ubuntu, instalando outros compactadores de arquivos ou usando as ferramentas de linha de comando. Mas o B1 Archiver tem uma interface bastante simples e é fácil de usar. Mas atualmente  o B1 Archiver só pode ler 7z, Rar, Zip/Zipx, um formato próprio chamado B1 e pode criar um arquivo usando o B1 ou formatos Zip. Outros formatos serão adicionados no futuro.

b1archiver

Recursos do B1 Archiver

O B1 Archiver também permite que você pause o criar ou extrair arquivos, divide, adicione criptografia AES (256 bits), uma vez que a senha é adicionada, altere os níveis de compressão, tem um gerenciador de arquivos, e muito mais. Você também pode alterar as associações de arquivos default e mais algumas configurações usando a janela de Configurações.

Como mencionado, ele tem um formato de arquivos chamado de B1, que usa o algoritmo de compressão de dados LZMA. O B1 Archiver é inserido no menu de contexto do Nautilus, de modo que você possa criar arquivos com muita facilidade. Ele também possui versões para Windows, Mac OS X, Android e para iOS já está sendo desenvolvido.

b1 archiver linux

Download

Para efetuar o download do B1 Archiver você tem que acessar o site oficial e encontrar a versão para o seu sistema. Acessando o site oficial você terá acesso também ao B1 Online Archiver. Ele é um extrator  de arquivos dos formatos .b1, .zip, .rar e .7z. Basta efetuar o upload do arquivo que se quer extrair o conteúdo e clicar. Em poucos segundos você terá o download do conteúdo extraído.

Amaya W3C

Amaya: o editor web da W3C

O Amaya é um editor web, ou seja, uma ferramenta usada para criar e atualizar documentos diretamente na web. A principal motivação para o desenvolvimento do Amaya era fornecer uma estrutura que pudesse integrar todos os padrões da W3C. Ele é usado para demonstrar estes padrões em ação, aproveitando a sua combinação em um ambiente único e consistente.

Amaya W3C

Recursos

O Amaya começou como um editor de HTML e CSS. Foi estendido para suportar XML e um número crescente de aplicações XML, como a família XHTML, MathML e SVG. Hoje ele permite todos os vocabulários simultaneamente em documentos compostos.

amaya codes

O Amaya inclui um aplicativo de anotação colaborativa baseado em Resource Description Framework (RDF), XLink e XPointer. É um projeto de software em código aberto oferecido pela W3C. Você está convidado a contribuir de várias formas (documentação, tradução, escrita de código, correção de bugs, portar para outras plataformas…). O software é escrito em C e está disponível para Windows, Linux e MacOS X.

amaya editor

Vídeo

Segue abaixo um vídeo do Amaya em ação.

Instalação

Para instalar o Amaya você tem que visitar o site oficial em http://www.w3.org/Amaya/ e baixar o arquivo referente ao seu sistema. Atualmente há binários para Ubuntu, Debian, openSUSE, MacOS X e Windows. Caso seu sistema não seja um desses, procure no repositório da sua distribuição Linux.

Análise

O software é muito bom para pessoas que prezam por páginas em conformidade com os padrões da W3C porque ele te mostra os erros no código e os corrige. Muitos não se importam com esses padrões. Mas pelo menos os erros mais graves podem ser corrigidos com a ajuda do Amaya e os nossos navegadores agradecem. Espero que tenham gostado dessa dica. Nos ajude deixando seu comentário logo abaixo. Até a próxima e bom trabalho!

Open Badges: novo reconhecimento de habilidades

Sabe aqueles stickers, badges, adesivos ou distintivos que adquirimos em apps como o Foursquare ou GetGlue? Então! A Fundação Mozilla resolveu criar o Open Badges. Um novo padrão aberto para reconhecer e verificar a aprendizagem de habilidades ou o alcance de metas. Com ele você pode ganhar distintivos de habilidades que você aprende online e offline, dar reconhecimento para as coisas que você ensina e mostrar seus emblemas nos lugares que você quiser. Leia mais

Jitsi: bate-papo e chamadas de vídeo

Seguimos aqui com os trabalhos. Dessa vez apresentamos a vocês o novo Jitsi. Mensageiro do tipo Skype, multiplataforma e de código-aberto, o Jitsi vem para ser mais uma alternativa. Não importa se você usa Windows, Mac ou Linux. O Jitsi pode ser instalado em todos esses sistemas operacionais. Podemos ver mais sobre o Jitsi? Leia mais

Unoconv: o conversor universal do LibreOffice

O Unoconv converte o formato dos arquivos entre todos os formatos de documentos que o LibreOffice entende. Os formatos de documentos suportados incluem Open Document Format (. Odt), MS Word (. Doc), MS Office Open / MS OOXML (. Xml), Portable Document Format (. Pdf), HTML, XHTML, RTF, Docbook (. Xml), e mais os formatos de planilha, imagem e apresentação. Vejamos como o Unoconv funciona. Leia mais

PostInstallerF: configure seu Linux em segundos

Todos vocês que usam o Fedora Linux já devem conhecer o excelente aplicativo de pós-instalação chamado EasyLife. Pois hoje vou apresentar o PostInstallerF. Ele funciona da mesma maneira. Você instala o Fedora, atualiza o sistema, instala o PostInstallerF e seleciona tudo o que você precisa. E o bom do PostInstallerF em relação ao EasyLife é que o PostInstallerF também pode ser instalado no Ubuntu. Já o EasyLife é totalmente dedicado ao Fedora. Vejamos como proceder para instalá-lo. Leia mais