Como criar atalhos globais para o Rhythmbox

Esse artigo vem para sanar uma dúvida devido a um comentário deixado no artigo sobre o Pragha Player do visitante Gláuber que disse não haver um player no Linux com atalhos globais. Pesquisando sobre o tema, consegui criar atalhos globais para o Rhythmbox. E como ele é um player muito famoso no ambiente Gnome, acredito que vários usuários o possuam na máquina e, com isso, podem criar seus próprios atalhos globais.

Mão na Massa

Vamos para a receita de bolo. Siga para Sistema > Preferências > Atalhos de teclado. Assim que abrir a tela, você verá a lista de atalhos do sistema, e logo abaixo a opção ‘Adicionar’. Dê um nome ao atalho desejado. Por exemplo, se você quer criar um atalho global para o Rhythmbox pausar a música, dê o nome de ‘Rhythmbox Pause’. Depois você precisa inserir o comando para pausar o Rhythmbox. Esse comando é o rhythmbox-client --play-pause. Confirme, e agora estipule a combinação de teclas clicando na linha ‘Rhythmbox Pause’ e fazendo a sequência. Prontinho. Está feito o atalho global para pausar o Rhythmbox.

Mas e o outros atalhos para Play, Stop, etc? Calma, cara pálida. Segue abaixo uma lista de comandos para algumas tarefas básicas executadas pelo Rhythmbox.

--quit //Fechar Rhythmbox.
--hide //Esconder a janela do Rhythmbox.
--next //Próxima música.
--previous //Música anterior.
--notify //Mostrar notificação da música atual.
--play //Tocar música.
--pause //Pausar música.
--play-pause //Mudar entre play/pause.
--volume-up //Aumentar volume.
--volume-down //Abaixar volume.
--mute //Mudo.
--unmute //Tirar do modo Mudo.

Agora ficou fácil, não é mesmo? Se quiser aumentar o volume, o comando é rhythmbox-client --volume-up. E assim por diante. Mais comandos avançados aqui.

Helbert Rocha

Business & Linux Admin | Digital Mkter | Live in Rio | Love Jesus
Google+