De mudança para o GNU/Linux

Mudar para um sistema operacional novo e muito diferente é um grande esforço. É claro que você não tem que mudar completamente pois nada impede que você use vários sistemas operacionais. Até mesmo no mesmo computador. Este artigo descreve algumas das coisas a se considerar antes de se aventurar no mundo maravilhoso do GNU / Linux. Preste bem atenção.

Por que usar GNU/Linux?

Existem muitas razões pelas quais milhões de pessoas gostam de usar GNU / Linux. Pode ser tanto de ordem técnica, natureza financeira, ética ou filosófica. Depende muito de opiniões pessoais. Aqui está uma lista com algumas das razões mais comuns para a escolha do GNU / Linux:

  • Segurança – Vírus, spyware, etc, são virtualmente inexistentes.
  • Manutenção – Esqueça a verificação de vírus e spyware, desfragmentação, limpeza do registro e reinícios freqüentes.
  • Estabilidade – O GNU / Linux é muito estável. Aplicativos individuais podem falhar, mas o sistema operacional cair é muito raro.
  • Software livre – Você pode executar o software que quiser, estudar o código fonte, modificá-lo e compartilhá-lo.
  • Padrões abertos – O GNU / Linux e os aplicativos para ele geralmente suportam padrões abertos, possibilitando a interoperabilidade com outras plataformas.
  • Comunidade – O GNU / Linux é um esporte de equipe em todo o mundo.
  • Economia – A maioria das distribuições GNU / Linux podem ser baixadas gratuitamente e o mesmo vale para uma enorme quantidade de aplicativos para ele. E os requisitos de hardware são comparativamente modestos. Isso significa que você não precisa atualizar o seu hardware várias vezes.
  • Legalidade – Usar software gratuito de alta qualidade legalmente significa menos tentação para o uso não autorizado de cópias ilegais de software proprietário. Você também não vai apoiar um monopolista bem conhecido com múltiplas condenações por abuso de posição dominante no mercado.
  • Transparência – A maioria das distribuições GNU / Linux são desenvolvidas ao ar livre usando listas de discussão pública, canais públicos de IRC, bugtrackers públicos, etc.
  • Diversidade – Existem várias distribuições GNU / Linux a partir de diferentes fornecedores ou projetos de comunidade para diferentes fins oferecendo experiências de usuários muito diferentes.
  • Tentar algo novo – Tentar algo novo e diferente pode ser motivador para muitas pessoas.

Os desafios da mudança

Embora existam muitas vantagens em usar GNU / Linux, também pode ser um desafio mudar para algo novo, diferente e menos mainstream.

  • Curva de aprendizado – Você precisa aprender a usar um sistema operacional novo, bem diferente e com novos aplicativos também. E você terá que desaprender muito do que você já aprendeu com outros sistemas operacionais.
  • Aplicativos que estão faltando e jogos – Você pode perder aplicativos familiares, como por exemplo o Microsoft Office, Adobe Photoshop e jogos tradicionais. Dual boot, WINE ou máquinas virtuais oferecem soluções parciais para este problema. E, claro, existem alternativas de alta qualidade nativos para GNU / Linux também.
  • Falta de suporte a hardware – Antes de comprar novos componentes de hardware é recomendado fazer uma pesquisa de compatibilidade com o GNU / Linux.
  • Mais difícil de obter ajuda – Muitas vezes amigos, familiares e colegas de trabalho não serão capazes de ajudá-lo com o GNU / Linux. Por isso você vai precisar de ajuda online, que muitas vezes não é tão eficaz quanto a obtenção de uma ajuda local de um amigo.

Conclusão

A mudança não é fácil. Aqui vai alguns conselhos:

  • Seja realista – Não espere dominar o GNU / Linux dentro de uma semana ou duas. Você só dominou o sistema operacional anterior depois de talvez 10 anos de uso ou mais.
  • Mude gradualmente – Comece a instalar o GNU / Linux em um computador secundário ou em uma configuração de dual boot com o seu sistema operacional anterior ou, talvez, executado em uma máquina virtual. Comece aprendendo o básico e resolva os problemas com calma, um de cada vez.
  • Obtenha ajuda – Não tenha medo de pedir ajuda online ou em outros lugares.

Helbert Rocha

Business & Linux Admin | Digital Mkter | Live in Rio | Love Jesus
Google+

  • Fábio
    Firefox 6.0.2 Firefox 6.0.2 no GNU/Linux GNU/Linux

    Não existe vírus para Linux? Acho que esse item poderia ser removido do artigo, pois sabemos que não é bem por aí. Já não chega a Micro$oft cheia de promessas ‘incumpríveis’.
    Passei por todas essas etapas e hoje uso somente linux. A ajuda nos fóruns foi uma das partes mais turbulentas que quase me fizeram desistir da mudança. Ainda bem que ficou só no quase.

  • Matheus
    Google Chrome 16.0.891.0 Google Chrome 16.0.891.0 no Windows 7 x64 Edition Windows 7 x64 Edition

    Linux tem vírus, mas só sendo um débil mental para dar acesso root pra ele, e logo por causa disso acho que quase ninguém perde tempo criando vírus para linux. É o que eu acho.

    • Fábio
      Firefox 7.0.1 Firefox 7.0.1 no GNU/Linux GNU/Linux

      Ô Matheus, acho que você precisa estudar um pouquinho mais. Existem muitas formas de conseguir o acesso root. Não precisa ser debil mental não 😉

  • Ruy
    Google Chrome 14.0.835.202 Google Chrome 14.0.835.202 no Windows 7 x64 Edition Windows 7 x64 Edition

    Boa sorte nesta viagem, e tenho certeza que serás recompensado! Sem forçar a barra como os fanboys fazem, tenho certeza que os prós superam os contras, assim como o Windows tem seus prós também, teste, use por um tempo, e se dê a chance de usar algo novo, senão servir pra você, não quer dizer que não preste ou que não sirva pra outras pessoas!! Grande abraço.

    MeuPinguim responde: Obrigado. Mas nós do MeuPinguim já usamos Linux há muitos anos. De qualquer forma, fica o comentário para quem é recém chegado ao mundo Linux. Volte sempre.