Groupon da Índia sai do ar após vender cebola

Vender cebolas na Índia é um sucesso. Você pode ficar rico assim, sabia disso? Foi o que fez o Groupon da Índia. Fez tanto sucesso que o site caiu com a quantidade de acessos. Embora o objetivo da venda fosse atrair mais clientes ao Groupon, esse fato só destacou um problema: o rápido aumento dos preços de um dos produtos mais consumidos no país.

groupon cebola

Groupon e as cebolas

O Groupon, que oferece promoções com grandes descontos em tudo, desde refeições em restaurante a sapatos e relógios, ofereceu cebolas ao preço equivalente a 15 centavos por quilo. Sendo que cebolas podem custar até R$ 3,50 o quilo na Índia, onde grande parte da população utiliza o vegetal em todas as refeições. Na quinta-feira, o Groupon vendeu 3.000 Kg de cebola em 44 minutos, fazendo com que o site deixasse de funcionar. Mais de 8.000 Kg foram comprados antes de se esgotarem no dia seguinte.

“Esse preço da cebola foi visto pela última vez em 1999.”, disse Anur Warikoo, diretor executivo do Groupon na Índia. A cebola tem um papel simbólico na política indiana. Em janeiro de 1980, Indira Gandhi retornou ao poder fazendo campanha contra o aumento dos preços da cebola. Em comícios, ela levava grandes quantidades de cebolas e chegou a dizer que o governo não tem o direito de governar se não puder controlar os custos da cebola. Dezoito anos mais tarde, uma derrota eleitoral para o governo do estado de Delhi foi atribuído, em parte, a um aumento nos preços da cebola.

Fonte: Al Jazeera America

Helbert Rocha

Business & Linux Admin | Digital Mkter | Live in Rio | Love Jesus
Google+