Guia de Pós-Instalação do Ubuntu 13.04 Raring Ringtail

Sejam bem vindos a mais um tutorial de pós-instalação do Ubuntu, a mais famosa distribuição Linux do momento. Nessa versão a Canonical focou principalmente em ganho de performance. Portanto, não teremos grandes mudanças do que já vinhamos fazendo no pós-instalação das versões anteriores. O Ubuntu 13.04 Raring Ringtail trás muitas perfumarias para se diferenciar das demais distros e continuar galgando um lugar no coração dos usuários, empresas e principalmente, os fabricantes de hardware e software. Para isso, a partir dessa versão o Ubuntu se engaja de vez no universo dos tablets e smartphones. Vamos então à configuração do sistema que temos muita coisa boa para ver. Ah! Deixe seu comentário lá embaixo, OK?

Primeiros Passos

Logo de cara iremos instalar alguns pacotes que eu considero fundamentais. São softwares que para mim são imprescindíveis, porém você pode acrescentar outros softwares também. Abra o terminal do seu Linux e digite:

$ sudo apt-get install aptitude synaptic gimp filezilla rar unrar vlc deluge clementine

Navegador

No momento atual, navegador é sinônimo de Google Chrome. Recomendamos sempre a última versão estável baixada do site oficial do Google Chrome. Terminando de baixar através do Firefox que já vem instalado, dê um duplo-clique no arquivo para se iniciar o processo de instalação do Chrome no seu Ubuntu. Simples assim.

Repositório Medibuntu

Esse repositório é um repositório extra de pacotes que não podem ser incluídos no Ubuntu por razões legais. Para instalar esse repositório, digite o comando abaixo no terminal:

$ sudo -E wget --output-document=/etc/apt/sources.list.d/medibuntu.list http://www.medibuntu.org/sources.list.d/$(lsb_release -cs).list && sudo apt-get --quiet update && sudo apt-get --yes --quiet --allow-unauthenticated install medibuntu-keyring && sudo apt-get --quiet update

Uma vez que o repositório foi adicionado, agora instalaremos alguns pacotes essenciais com o comando abaixo. Opte entre o w64codecs e o w32codecs de acordo com o seu sistema, no caso, para 64 bits ou 32 bits, respectivamente.

$ sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras libdvdcss2 w64codecs w32codecs non-free-codecs
Ubuntu Raring

Java

Para a instalação do Java, recomendamos o Java da Oracle. Você poderia considerar o OpenJDK. No entanto, existem aplicações Java que não funcionam (bem) com ele. Para instalá-lo, usaremos um repositório que possui um shell script para automatizar a recuperação e a instalação do (Sun) Java Runtime Environment da Oracle. Para adicionar esse repositório e instalar o Java, executaremos o comando abaixo:

$ sudo sh -c 'echo "deb http://www.duinsoft.nl/pkg debs all" >> /etc/apt/sources.list' && sudo apt-key adv --keyserver keys.gnupg.net --recv-keys 5CB26B26 && sudo apt-get update && sudo apt-get install update-sun-jre

Skype

Agora que o Skype está com a base de dados do Windows Messenger (antigo MSN), pode ser que você esteja utilizando ele mais vezes. No mais, ele é um ótimo software para vídeo-chat e chamadas telefônicas. O comando abaixo irá instalá-lo para uso com o driver de vídeo genérico Nouveau que é instalado por padrão no Ubuntu.

$ sudo add-apt-repository "deb http://archive.canonical.com/ $(lsb_release -sc) partner" && sudo apt-get update && sudo apt-get install skype

Caso você resolva usar o driver gráfico oficial da NVIDIA, o Skype irá parar de funcionar (até o presente momento de edição desse guia). E para conseguir abri-lo mesmo assim, será necessário se utilizar de uma solução caseira: executar um shell script que invocará o Skype. Veja abaixo o shell script que invocará o Skype em máquinas com driver de vídeo oficial da NVIDIA.

#!/bin/sh
export LD_PRELOAD=/usr/lib/i386-linux-gnu/mesa/libGL.so.1
exec skype

Drivers de Vídeo

E por falar em drivers de vídeo, o Ubuntu instala por padrão um driver genérico. Recomendamos que você mantenha esse driver para evitar futuras dores de cabeça. Caso você seja um usuário avançado e que sabe o que está fazendo ao instalar um driver do fabricante da sua placa, então sugerimos utilizar os drivers disponibilizados através da Central de Programas do Ubuntu na seção Drivers Adicionais.

Conclusão

O Ubuntu 13.04 é uma ótima distribuição Linux. Parece que dessa vez a Canonical colocou a faca nos dentes. O sistema está mais estável, porém alguns problemas clássicos ainda permanecem. Como por exemplo, um sistema de instalação de drivers proprietários mais eficaz e menos complicado para usuários leigos e recém chegados de outros sistema é um recurso cada vez mais útil e necessário. Detalhes à parte, espero que tenham gostado desse breve guia. Até a próxima!

Helbert Rocha

Business & Linux Admin | Digital Mkter | Live in Rio | Love Jesus
Google+