Mito bom é mito morto

O Linux tem uma alta barreira à entrada? Esse e mais outros mitos sobre Linux vão morrer agora. Porque mito bom é mito morto. Sem dó nem piedade vamos detonar alguns mitos sobre o Linux que impedem você de chegar perto do pinguim. Costuma-se dizer que a escolha de sistemas operacionais é tipo escolha de religião. Você cresce com uma e só conhece o mínimo sobre as outras. Se você tenta mudar de batista para ser um católico, você terá muito trabalho pela frente. A mesma coisa acontece com sistemas operacionais: se você usou o Windows a vida toda, a mudança para um Mac ou Linux exigirá um pouco de curva de aprendizado. Isso é normal!

Mitos

Mas essa curva de aprendizagem tem diminuído exponencialmente ao longo da última década. Considere como o Linux era no final dos anos 90 ou no início dos anos 2000. Novos usuários migrando do Windows para o Linux? Era uma tarefa árdua à frente. Até o processo de atualização de versões podia ser um pesadelo. Você queria atualizar o kernel? Boa sorte, aprenda a compilar! Mas os tempos mudaram, e o Linux de hoje não é o Linux de ontem. Quão fácil é o Linux agora? Vejamos.

Linux não tem os aplicativos que eu preciso

Isso não é culpa do Linux. Na verdade, a culpa aqui reside nos desenvolvedores de aplicativos que se recusam a criar softwares multi plataformas. Mesmo que a maioria dos usuários gastem mais de 90% do seu tempo em um navegador web, há aqueles que confiam no software para tarefas específicas. Se esse software não está disponível para Linux, a culpa não deve ser colocada na plataforma em si, mas sobre os ombros dos desenvolvedores. Você quer usar seu software com segurança, confiabilidade e a relação custo-benefício do Linux? Contate os desenvolvedores e fale que eles precisam portar o aplicativo para Linux ou para uma plataforma baseada na web.




A atualização do Linux é muito difícil

O fato das pessoas ainda acharem isso surpreende. Hoje o processo é super simples. O Ubuntu, bem como os seus derivados, fizeram o processo de atualização ficar tão fácil que qualquer um pode fazê-lo. Ao contrário do Windows, você não vai ser constantemente incomodado pela necessidade da plataforma reiniciar para concluir uma atualização.

A interface não é a que eu estou acostumado

Você só pode estar brincando. Pessoas mudam sem esforço entre o Android e o iOS ou entre o Windows e o Mac. São as mesmas pessoas que lidam com o iOS cada vez que a Apple decide fazer uma grande mudança na forma como o sistema se parece e se comporta. Idosos e crianças dominam a interface do Linux em segundos. Vamos lá… é apenas uma interface de usuário e só exige que você mova um cursor e clique em um botão ou dois. Não é ciência de foguetes.

Linux Fantasma Mito

Solucionar problemas no Linux não é intuitivo

Deixe-me fazer uma pergunta. Corrigir problemas no Windows é realmente intuitivo? Verdade? A verdade é que se você trabalha no Windows você pode corrigir os problemas na plataforma porque você conhece, porque você sabe como funciona o sistema. Mas se você realmente quiser resolver problemas em uma máquina Linux, verá que é mais fácil do que em uma máquina Windows. Em primeiro lugar, existem arquivos que já te dão a informação que você precisa para resolver o problema (dê uma olhada em /var/log). Além disso, o Linux raramente se corrompe. Por causa do sistema de permissão, quebrar um sistema Linux é um tremendo desafio.

90% dos usuários nunca instalam o próprio sistema operacional

Isso funciona para os dois sentidos. A maioria dos usuários também não instalam o Windows. Mas, recentemente, um grande número de usuários foram capazes de atualizar o Windows para a versão 10. Logo, eles sabem o que é, no mínimo, uma atualização de versão. A verdade da questão é que instalar o Linux (especialmente Ubuntu, Mint, ou Elementary OS) é tão fácil quanto instalar um aplicativo. Atrevo-me a dizer que se um usuário for encarregado de instalar o Windows ou o Linux em uma máquina com uma unidade de disco, o sucesso ou o fracasso não dependerá da plataforma.

Novos usuários não são inteligentes o suficiente para o Linux

Falso. Mentira. Novos usuários de hoje estão acostumados com tecnologia. Eles usam smartphones, navegam em uma quantidade infinita de sites complicados, e muito mais. E, surpreendentemente, a interface do usuário Linux é tão apontar e clicar quanto a do Windows.

Conclusão

Há mais “mitos” que podem ser assassinados, mas já está bom. Para aqueles que ainda não experimentaram o Linux, recomendamos que você dê um giro de 540 graus. Faça o download de uma imagem ISO, grave em um disco e execute. Você vai ser agradavelmente surpreendido com o quão fácil a plataforma é. Com tudo isso dito, qual é a sua barreira de entrada para o Linux? Compartilhe seus pensamentos nos comentários abaixo.

Helbert Rocha

Business & Linux Admin | Digital Mkter | Live in Rio | Love Jesus
Google+

  • Yasser Hanzi
    Unknown Unknown no Unknown Unknown

    Faltou o mito de não ter jogos, as vezes quando não tenho um jogo especifico para minha plataforma eu vou atrás da @ do desenvolvedor no Twitter e muitos respondem até positivamente. =]

  • Unknown Unknown no Unknown Unknown

    É isso ai Helbert!
    Uma perguntinha off-post: Qual a sua opinião sobre o Elementary OS? Você trocaria o Ubuntu por ele?
    Muito boas as suas postagens, estou sempre visitando o blog.

    MeuPinguim responde: Olá. Obrigado pelo comentário e pela visita. Então, gosto é gosto. Embora o Elementary seja uma distro muito bonita, ela é uma variante do Ubuntu também. Então depende se você se adaptaria a ela. Vai depender unicamente de você. Vale a pena experimentar durante um mês o Elementary. E aí você toma a decisão. Abraço.