Windows 8: exemplo de um modelo ultrapassado

Todos sabem que o Windows 8 não anda bem das pernas. Agora eu vou mostrar como isso aconteceu e você vai se deparar com o quadro triste em que se encontra o desenvolvimento dele. A raiz do problema? Pense em como o Linux é desenvolvido e você vai saber a resposta.

A crise do Windows 8

O Windows 8 está se desenvolvendo de maneira mais lenta que os demais sistemas e a causa do problema é social. Enquanto a natureza aberta do Linux atrai desenvolvedores que trabalham para a sua própria glória e reconhecimento, este não é o caso do Windows. Na verdade, uma coisa tem sido o problema da Microsoft: a fragmentação. O desenvolvimento do Windows 8 é gerenciado por muitas equipes diferentes, e essas equipes não trabalham juntas em tudo. Se você é um desenvolvedor, aceitar um patch de fora faz com que a sua credibilidade seja questionada. Simplesmente não há incentivo para aceitar as alterações de fora de sua própria equipe. Você sempre pode encontrar uma razão para dizer “não”, e você tem muito pouco incentivo para dizer “sim”.

windows 8 creator

Isso significa que não há incentivo em trabalhar em melhorias incrementais de pequeno porte porque somente com grandes melhorias podem se obter crédito. Pequenas melhorias apenas irritam as pessoas e são, na melhor das hipóteses, neutras para sua carreira. Este é exatamente o oposto do Kernel do Linux, onde há um fluxo contínuo de pequenas melhorias e experimentações.

Há também questões externas, como a fuga de talentos para outras empresas, como o Google por exemplo. Isso significa que a Microsoft tem de confiar mais e mais em pessoas de fora, e elas não têm o conhecimento do porque que as coisas funcionam da maneira que funcionam, e ficam com medo de mudar as coisas que não funcionam. Elas, então, tendem a recriar os recursos existentes, em vez de melhorá-los.

Conclusão

Isso tudo faz muito sentido. É a razão porque há essa guerra sem fim com o Linux. É difícil competir com a gratuidade. De qualquer modo, a metodologia do Linux e do Windows têm seus méritos. O Linux, obviamente, é mais adequado para ambientes de alta rotatividade, como o mercado de telefonia celular. E ele tem se mostrado favorável ao modelo Linux. Por outro lado, o Windows é melhor para projetos como jogos comerciais, pois eles geralmente requerem demasiada manutenção. O Steam está tentando promover o embarque de software para fora deste mundo. O mesmo é verdade para uma grande maioria de novos periféricos e seus drivers.

Helbert Rocha

Business & Linux Admin | Digital Mkter | Live in Rio | Love Jesus
Google+